sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Na Rádio Vox: rápido comentário sobre a legalização das drogas



De dias atrás, na Rádio Vox, no programa Repórter Vox.

Sobre a liberalização das drogas

Liberar as drogas, o comércio de entorpecentes e tornar o narcotráfico uma indústria como qualquer outra: aí está uma questão que parece dividir liberais e conservadores. Entre a esquerda, é unânime: tudo o que não presta, lá naquelas bandas, rapidamente se torna consenso. Penso que do ponto de vista político, o primeiro problema - e esse é um argumento do filósofo Olavo de Carvalho - é que os primeiros a receberem muito poder com a liberalização das drogas são justamente os narcotraficantes, gente que nunca esteve preocupada com o estado democrático de direito do qual depende a tão incensada liberdade dos liberais. Com o fortalecimento político e econômico do narcoterror, que já faz amplo uso da violência por meio do seu poderio paramilitar , teremos mais liberdades civis ou mais opressão sobre a sociedade? A resposta é óbvia.

Se pensarmos a partir de uma perspectiva cultural e civilizacional, precisamos necessariamente levar em conta o fato que as drogas não afetam apenas os seus respectivos usuários. Afeta quem está próximo a ele, e principalmente, a família deste, e a família é o não só o fundamento de uma sociedade forte, como a primeira instituição capaz de prover valores e coesão para que se relativize a autoridade abusiva do estado.

Se um liberal é esperto o suficiente para perceber que os problemas sociais dos últimos 40 anos são justamente decorrentes do enfraquecimento das instituições que confrontam o estado - família, igreja, livre empresa, livres associações de outras naturezas -, atacadas pelo marxismo cultural, ele logo perceberá o pepino que é liberar as drogas.

Portanto, para quem diz que a liberdade é importante, é deve-se ressaltar que uma mera liberalização pontual - no caso , a das drogas - pode ser um desserviço brutal a todas as outras liberdades. Liberar as drogas não gerará mais liberdade, até por que quem quer se drogar já escapa do controle do estado. Mas liberar as drogas pode prejudicar a consolidação futura de maiores liberdades políticas.

http://radiovox.org/

Nenhum comentário: