quarta-feira, 17 de agosto de 2005

"Teologia" da prosperidade

Quando vierem com essa conversinha de que você deve "reivindicar" as promessas da Bíblia para sua vida, leia essa oração do profeta Habacuque para seu interlocutor. É lindo e útil:

"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado,
todavia eu me alegro no SENHOR; exulto no Deus da minha salvação
".

Habacuque 3:17,18 (Bíblia Sagrada, trad. Almeida. Revista e Atualizada)

Há líderes eclesiásticos que pensam que, por praticarem o que eu chamo de "Cristianismo de mercado", suas ovelhas farão o mesmo, começando a barganhar com Deus bênçãos de acordo com sua conduta e disciplina nas orações e no estudo da Palavra. Como se Deus fosse obrigado a deixar todos os seus filhos ricos! O livro de Jó e as cartas do apóstolo Paulo também nos dão preciosas lições a respeito disso. Vale a pena pesquisar sobre o tema.

É impressionante como é limitado o conceito de prosperidade desses envenenadores da Água da Vida. Foca apenas as finanças pessoais e a saúde. Em relação ao "crescer na graça e no conhecimento", e ao "deixar de ser criança que bebê leite e tornar-se adulto que se nutre de alimento espiritual sólido", esses pretensos pregadores nada falam. Porque talvez assim mantenham a influência e escondam sua mediocridade por mais tempo perante as pessoas que assistem suas pregações.

Ainda bem que uma rápida (mas bem orientada) consulta às Escrituras desmente muitas mentiras.

Há mais sobre este assunto aqui.

2 comentários:

Mônik disse...

oiiie, olha.. hj eu até li... mas já vou avisando q não tenho muita paciencia pra ficar lendo textos... se bem q os teus são pekenos... ai eu leio... hahahaha... passarei aki mais vezes... bjos!!!

Silvio disse...

Dae Edinho.... Meu, vc. tem textos q são alucinantes mesmo!!! Abraço e saudade de vc cara! Até mais.
Ah, uma dica, coloque no teu blogger, o comentário do www.haloscan.com, assim todos conseguem comentar. Fui!